quinta-feira, 30 de junho de 2011

Fotos chocantes, mas vitoriosas












É lamentável, mas tem que ser divulgado para entendermos, até onde vai a maldade humana.

Abortado, enterrado e sobreviveu.
Cada dia mais, eu me surpreendo com o ser humano. Como alguém pode ser capaz de um ato tão monstruoso. Não consigo imaginar o que se passa na cabeça de uma pessoa como esta.
Lucinda Ferreira Guimarães, 40 anos, deverá ser indiciada por tentativa de homicídio, sob a acusação de dar a luz e enterrar vivoum recém-nascido em um terreno baldio próximo ao bairro São Miguel, em Laranjeiras do Sul, Paraná. Segundo informação o recém-nascidosó sobreviveu, porque um cachorro cavou um pouco a terra,ao redor de sua cabeça, deixando-a descoberta e por causa do calor da terra manteve a temperatura do seu corpo, por isso sobreviveu.
Atraves de uma denuncia anônima os policiais chegaram ao local para resgatarem o recém-nascido, o que chamou a atenção dos vizinhos que a mulher chegou em sua casa com a roupa suja de sangue e que ela estaria grávida.
O recém-nascido estava em uma toca de tatu no matagal, cheio de moscas, já se passavam 24 horas.
Os políciais, perceberam que ele estava vivo, pretaram socorro, e encaminharam para o hospital, daí então ele recebeu os cuidados médicos e passa bem.
Quando tem que sobreviver Deus envia até animais irracionais, para a sobrevivência. O que Deus quer, ninguém age contra, não adiantou esta mulher esconder, Deus enviou um cachorro para desmascara-la.
Lamentável




25 Comente aqui:

Principe Encantado 18 de setembro de 2009 19:29  

Caramba, Apocalíptico so mesmo isso.
abraços forte

Altemar Rocha 20 de setembro de 2009 00:31  

De maneira nenhuma poderia defender um ato tão cruel.
No entanto, as condições de vida de algumas mulheres são tão ruins que as leva à loucura. Tem também a questão da depressão pós-parto.
Anos atrás, uma mulher poucos dias após ter dado a luz, desceu do seu apartamento com essa depressão, pensando: vou entrar na primeira igreja que encontrar, depois vou matar meu filho e me matar.
Naquela noite ela entrou em nossa igreja, no final do culto entregou a vida para Jesus e hoje ela, o filho e o marido vivem bem.
Não acredito que ela chegaria a fazer o que pensou, mas talvez outras mulheres sim.
Resta a nós pedirmos que Deus tenha misericórdia dessas crianças, pois isso é mais comum do que pensamos à princípio.
Parabéns pelo post.
Paz.

MarGGa 20 de setembro de 2009 19:51  

Como você disse, lamentável.
A pergunta que fica é: quem é mesmo irracional?!
ABÇos
MarGGa

Valdeir Almeida 22 de setembro de 2009 22:56  

Lúcia,

Pois é!

Há pessoas que lutam para ser mães e não conseguem. Há outras, que tem filhos sem planejamento e daí cometem crimes como esse.

Vê-se que até o cachorro tem amor por um ser vivo, coisa que esta mãe desnaturada não teve.

Abraços.

Valdeir Almeida 22 de setembro de 2009 22:59  

Lúcia,

Obrigado por aderir à blogagem coletiva "Professores do Brasil". Estou conhecendo seu blog agora, mas pelo pouco que vi, já percebi que você é uma pessoa que se preocupa com causas sociais. Por isso, tenho certeza que sua contribuição para a blogagem será muito importante.

Mais uma vez, obrigado e abraços.

24 de setembro de 2009 18:22  

Sou mãe e nada justifica um ato tão cruel como esse e como milhares por aí a fora.
Palavras me faltam para descrever tal barbaria, meu Deus onde vamos parar.

Minha querida obrigada por sua visita e vou ler sobre o câncer que você falou. a divulgação para prevenção é um dever meu agora que sou uma és paciente, mas ainda em recuperação.

Beijos apareça sempre também estarei a te seguir.

Parabéns pelo blog maravilhoso!

A Magia da Noite 25 de setembro de 2009 06:58  

os predestinados têm com eles uma luz que os protege, até daquilo que pareceria uma morte certa.

... 25 de setembro de 2009 09:18  

pois olha, cada um tem uma interpretação...
vc diz que Deus enviou o cao pra criança sobreviver...
e se Deus queria a criança morta, como sempre, e o cao irracional impediu!?

Porque do mesmo modo Deus nao enviou qualquer coisa pra salvar meu sobrinho de um ano e meio?

Vinicius Gabriel 25 de setembro de 2009 10:48  

É lamentável que algo assim aconteça..
Oras, se não quer ficar grávida, se acha que um bebê não é bem vindo, use camisinha!
Agora fazer o que ela fez é digno de um animal.
Como você disse, quando Deus quer algo, Ele consegue fazer, e a mulher achou que a terra mataria o bebê, a terra que o salvou.

Beijos.

Carlos: 25 de setembro de 2009 11:01  

Mulher doida essa, mais uma criança sem mãe e pai no mundo, ai e duro hein, espero e de sorte em achar uns pais adotivos.

Ana Paula 25 de setembro de 2009 12:38  

Mesmo estando em depressão ou sem nenhuma condição de criar, não se mata uma criança... Entrega para adoção, que está cheio de pessoas amorosas querendo criar esses anjos... Acredito que não existe justificativa para um crime desses...

Anônimo 25 de setembro de 2009 12:41  

Uma mulher dessa não merece nem a vida que tem. Sem palavras para definir o que passa pela minha cabeça nesse momento... a que ponto um pessoa pode chegar....

Anônimo 25 de setembro de 2009 13:28  

OHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!!! Normal. -_-'

Andersony - SymbNokia 25 de setembro de 2009 22:14  

É por isso que eu digo....
Prefiro os animais...

Anônimo 25 de setembro de 2009 23:16  

O animal não é um ser irracional.
Ele é mais inteligente e possui um coração melhor do que certos humanos.

Nana 26 de setembro de 2009 22:29  

Sério, chorei. Como pode?

Nana 27 de setembro de 2009 00:06  

Oi,

Obrigada pela visita no meu blog.
Estranho não encontrares a opção para me seguir, é para estar lá ("Seguir blog" ou algo assim, no painel superior da página).

Bom, não tenho idade avançada, mas sou mãe. Minha filha é a coisa mais preciosa e mais importante que existe pra mim. E tvz por ser mãe, qqr bb ou criança que eu vejo me desperta cuidado e proteção. Difícil entender como alguém consegue fazer isso com um serzinho indefeso e inocente... =(

edilene - amor 28 de setembro de 2009 03:03  

indico os dez, para

repassarem o desafio,

estes dez

que

não odeio...

você é um verifique
em
http://mensagensdiversificadas.blogspot.com

Edvalter 29 de setembro de 2009 13:32  

Parabéns pela postagem, nem todos tem a coragem de colocar a "boca no mundo" e denunciar as barbaridades destes seres chamados de humanos. Valeu!!

Sandra F. 29 de setembro de 2009 17:46  

Olha, eu não consigo ver esse tipo de matéria e não me alterar. Se eu ficasse de frente com uma 'fdp' dessas, coitada dela. A matéria está errada, chamaram esse monstro de pessoa. Espero que a justiça a mantenha presa.
Graças a Deus o bebê passa bem.
Abraços!

Sissym 2 de outubro de 2009 18:26  

Quando isso ocorreu assisti naquela noite na TV, fiquei pasma. Então começaram a aparecer reportagens e blogagens na internet. Isso é cruel. É loucura. Um bebezinho incapaz de sobreviver sozinho! Deus estava com ele naquele momento e o desejou vivo. Eu sempre amei crianças e só tenho uma, quem me dera poder ter mais... mesmo que não fossem meus naturais... amaria todos.

Bjus

Beatriz 3 de outubro de 2009 17:46  

perdão, mas no seu primeiro comentário (Lucia Santos Silva), você mencionou o caso da criança de um ano grávida; ela não está grávida, é um 'irmão' parasita dentro dela. você comentou como se fosse algo que ELA fez, algo péssimo em relação a coisas como molestação, sexo e etc. mas não tem nada a ver. e ótimo post, que bom que o bebê sobreviveu. (:

Lúcia do Carmo 4 de outubro de 2009 19:58  

Beatriz, eu que peço perdão porque não expliquei direito, e você entendeu mal, jamais diria que a menina fez algo errado, fiquei com pena da menina por está com um problema difícil, nem sei se é uma doença, mas de maneira alguma eu quis dizer que foi algo errado que uma criança fez, ainda mais uma de um ano, não mandei recado no seu blog pq não consegui acessa-lo, mas não vai faltar oportunidade de visitar.
Abtaços

Principe Encantado 18 de dezembro de 2009 16:29  

A Melhor mensagem de Natal é aquela que sai em silêncio de nossos corações e aquece com ternura os corações daqueles que nos acompanham em nossa caminhada pela vida. Obrigado por acompanhar minha caminhada.
Feliz Natal.
Abraços forte

Luanna 4 de novembro de 2010 15:37  

Naum a palavras pra descrever o quanto essa mulher e má, cruel, desnaturada, sem coração que naum usa preservativo e faz um filho com a graça de Deus e depois naum querendo assumir a responsabilidade ou falta de condições quer matar o proprio filho. U m filho e para se amar para se cuidar lhe dar amor e naum para mata-lo tenho apenas 12 anos mais posso entender oq um ser humano pode fazer fico ate arrepiada quando penso. Peso a Deus q esse lindo bebe possa encontrar um pai e uma mãe q lhe de amor de verdade! bjs Luanna

Blog Widget by LinkWithin

Seguidores

Contador

Parceiros

o >
Rede Social Evangélica!


ATI&D - (Alta Tecnologia, Informação & Diversão)
Widget by My Blog Series
Mensagens Para Nós Dois
diHITT - Notícias